MARKETING DIRETO – COMO UTILIZAR ESTA ESTRATÉGIA DE MARKETING?

MARKETING DIRETO – COMO UTILIZAR ESTA ESTRATÉGIA DE MARKETING?

O marketing direto é hoje uma das principais atividades praticadas na internet.

Ou seja, através dele é possível divulgar qualquer coisa, desde uma simples ideia até um produto ou serviço.

Este tipo de marketing é algo presente, desde numa empresa multinacional até numa pequena oficina na própria casa.

Ele permite que o conhecimento dos produtos e serviços possam chegar até ao seu público-alvo.

Mas, antes mesmo de nos aprofundarmos um pouco mais no assunto, precisamos entender o conceito de marketing direto.

Esse conceito vem se alterando através do tempo, acompanhando a própria evolução da tecnologia.

Há alguns anos, quando nos referíamos ao marketing direto, estávamos falando sobre estratégias como televendas, telemarketing, mala direta, entre outras.

Embora essas estratégias ainda sejam aplicadas, hoje existem algumas novas estratégias ligadas ao mundo digital.

Por exemplo, o e-mail marketing que permite ações personalizadas.

O que continua sem qualquer alteração é sua essência. Ou seja, o marketing direto procura pessoas que tenham interesse no que está sendo vendido.

Já que é mais fácil e prático convencer uma pessoa interessada do que começar o trabalho partindo do zero.

Diante disso, os custos das estratégias de marketing se tornam menor e os resultados são apresentados de uma forma mais rápida.

Uma vez que as campanhas apresentam um ar de urgência, buscando convencer os clientes sobre as qualidades dos produtos ou serviços.

 
 
 

Como Aplicar o Marketing Direto Para Ter Bons Resultados?

como aplicar o marketing direto para ter bons resultados

Após conhecer o conceito de marketing direto vem a seguinte pergunta:

Como aplicar as estratégias de marketing para que possamos ter bons resultados junto ao público consumidor?

Algumas ações são necessárias para que as estratégias de marketing direto sejam bem eficientes:

 

1 – Identificação do público-alvo para o marketing direto

Para aplicar o marketing direto, o primeiro passo – e, certamente, o mais importante – é identificar o público-alvo.

Ou seja, vamos buscar as pessoas que possuem interesse naquilo que estamos oferecendo. Para isso, precisamos ter uma base de dados de usuários da internet.

E a identificação do público-alvo é a etapa mais importante, quando devemos separar as pessoas de acordo com o sexo, idade, renda, interesses pessoais, localização geográfica, entre outras.

Além disso, precisamos ter a permissão dessas pessoas para atacar com as estratégias de marketing direto.

Isto é, elas devem nos passar autorização para que possamos divulgar nossos produtos.

Do contrário, estaremos invadindo a privacidade e não vamos conseguir nada com nossas ações.

 

2 – Escolhendo a melhor abordagem para o marketing direto

Depois de definir o público-alvo, devemos escolher a melhor abordagem com as melhores estratégias.

Ou seja, analisando as preferências de acordo com a idade.

Um público mais jovem pode achar interessante receber através de e-mails. Em contrapartida, um público de mais idade pode gostar de uma mala direta.

Dependendo do público-alvo, você pode aplicar mais de uma estratégia para reforçar no seu cliente a ideia da compra.

 

3 – Definindo as ferramentas para o marketing direto

O próximo passo é escolher as melhores ferramentas.

Por exemplo, o e-mail marketing possui diversas ferramentas que podem ser testadas. Inclusive, o remarketing com as redes sociais que trará excelentes resultados.

Com a definição das ferramentas é importante você saber usar todas as suas funcionalidades. Isto é, aproveitando ao máximo o que elas oferecem.

 

4 – Trabalhando o senso de urgência no marketing direto

O marketing direto funciona muito bem por que explora o senso de urgência.

Dessa forma, quando você fizer uma oferta, estabeleça um prazo curto de validade. Ou seja, não deixando tempo para que o cliente se torne indeciso.

Com menor tempo, o cliente fica com mais vontade de aceitar sua oferta.

Quando você não estabelece um prazo, seus clientes não irão dar importância à comunicação, podendo até mesmo se esquecer que recebeu uma promoção.

 

5 – Teste suas estratégias de marketing direto

Antes mesmo de lançar uma campanha, procure separar um grupo menor de pessoas para testar a estratégia e verificar como o público reage.

Assim, você irá observar os resultados e fazer os devidos ajustes, seja na segmentação, seja na abordagem ou na própria oferta.

Fica muito mais fácil resolver qualquer problema através de um teste do que ter de mexer em toda campanha depois que ela for lançada.

 

6 – Medindo os resultados do marketing direto

Um ponto que não pode ser deixado de lado no marketing direto é o acompanhamento dos resultados.

Tenha sempre as ferramentas em mãos para medir os resultados de cada fase de cada campanha.

Isso inclui, desde o número de pessoas no contato inicial até as conversões, quando já se decidiram pela compra.

O acompanhamento detalhado, com métricas bem escolhidas, é de fundamental importância para se conhecer o ROI (Retorno sobre Investimento) de cada campanha feita.

Assim, você poderá estabelecer as estratégias das futuras campanhas com mais facilidade e conseguirá colher melhores resultados.

 
 
 

Como o Marketing Direto Pode Fidelizar os Clientes?

como o marketing direto pode fidelizar os clientes

O impacto que o marketing direto provoca nas pessoas não apenas a conversão, mas também a fidelização.

Se você conseguir a fidelização, terá todos os resultados esperados do marketing.

E para conseguir essa fidelização é necessário atender a algumas condições:

 

1 – Manter uma conversa interessante para seu público-alvo

A conversa que estamos falando não é apenas aquela quando você faz uma oferta ou uma promoção. Mas, uma conversa constante e que seja do interesse do seu cliente.

A melhor forma de fazer isso é através da produção de conteúdo e que tenha relevância para seus clientes.

É preciso entregar esse valor de maneira constante. Engaje sua audiência através de e-mails, das redes sociais e de um blog bem produzido.

Com isso, sempre que você criar alguma estratégia, já terá à sua disposição um público propenso a prestar atenção em você.

 

2 – Apresente ofertas reais

Tome cuidado em não inventar qualquer oferta só para ganhar dinheiro. Ou seja, preocupe-se com os benefícios que você estará levando para o seu público-alvo.

Quando ativar qualquer estratégia de marketing, apresente algo que tenha valor real para seus clientes. Isto é, algo que eles não irão se arrepender de comprar.

Agindo dessa forma, você sempre terá um público-alvo à sua disposição. Eles vão confiar na sua marca, respeitar sua autoridade e estarão sempre atento ao que você oferecer.

 

3 – Crie ações para reforçar o branding

Tenha em mente que mesmo que um cliente não aceite sua oferta uma ou outra vez, não significa que sua campanha tenha sido um fracasso.

Em algumas oportunidades, o impacto de uma estratégia tem efeito mais duradouro, contribuindo para que ela compre no futuro.

Assim, sempre reforce o branding de sua marca, destacando seus valores em cada campanha.

Faça com que seu público consiga se identificar cada vez mais com seus produtos.

 

4 – Crie recompensas para quem já é cliente

Algo que não pode ser esquecido é encontrar meios de valorizar os seus clientes, mostrando-lhes benefícios por serem fieis.

Isso vai garantir que eles continuem comprando sempre que você começar uma nova campanha.

Ofereça benefícios exclusivos para quem já é cliente, deixando claro que esse benefício ou brinde está ligado diretamente ao fator confiança.

Continue sempre premiando o apoio que esse cliente está lhe dando e que, por isso, merece ser lembrado.

 

5 – A importância da experiência completa para a fidelização

É importante também que você considere a experiência completa que seu cliente terá com cada campanha, já que isso é importante para a fidelização.

Se um cliente dá trabalho demais para aceitar a oferta, você deve tomar determinadas atitudes, ao mesmo tempo em que você não pode desprezá-lo se não aceitar.

Para que o marketing direto crie o impacto desejado, você deve planejar tudo nos mínimos detalhes.

O marketing direto é um tipo de abordagem que oferece resultados na internet.

E mesmo com tantas novas maneiras de atingir e fidelizar seu público, você deve dar atenção especial à inovação, acompanhando sempre as tendências do mercado.

 
 
 

Mensurando os Resultados das Ações do Marketing Direto!

mensurando os resultados das ações do marketing direto

É necessário medir os resultados de todas as ações de marketing direto. Ou seja, você precisa medir o retorno de cada ação, atualizando todas as alterações realizadas.

Seja relacionada à escolha do público através da segmentação, seja através do tipo de estratégia criada.

Com essa mensuração, através de suas campanhas você terá condições de criar estratégias cada vez melhor.

Isto é, encontrará seu público-alvo mais facilmente e conversando mais com essas pessoas, levará a elas os benefícios que realmente precisam.

Com esse trabalho bem feito, você não irá gastar muito dinheiro e, com o tempo, terá menos trabalho no desenvolvimento de novas campanhas.

Ao mesmo tempo, irá conhecer melhor as ferramentas para atingir seu público-alvo, fazendo com que ela sinta que é especial para você.

Pois, você não pode jamais, em qualquer circunstância, deixar seus clientes de lado.

O marketing direto possui ferramentas para construir relacionamentos duradouros com o público-alvo.

Através delas, você até pode personalizar mensagens e melhorar o tratamento com os clientes.

Assim, por exemplo, você pode oferecer acesso a um novo produto em primeiro lugar para os melhores clientes ou para os mais antigos.

E até mesmo para os que pagam um pouco mais, que podem ser considerados clientes VIPs.

Para trabalhar o marketing direto você não pode se esquecer dessas estratégias de fidelização, enquanto você vai buscando novos clientes.

 
 
 

O Marketing de Permissão nas Estratégias de Marketing Direto!

marketing de permissão nas estratégias do marketing direto

Um conceito importante que vem se desenvolvendo com a internet, principalmente em razão do crescimento do poder dos consumidores.

A cada dia, o consumidor mantém maior controle sobre anúncios que quer ou não ver.

Assim, em vez de assistir uma TV aberta, o consumidor pode escolher a TV a cabo ou serviços de streaming, onde não existem comerciais.

Ou até mesmo pode bloquear anúncios na internet, usar filtros anti-spam na caixa postal, etc.

O conceito de marketing de permissão vem exatamente desse poder de escolha.

A expressão foi usada pela primeira vez por Seth Godin, em 1999, um guru do marketing, mas a ideia é mais antiga.

Através do marketing de permissão, você deve direcionar suas campanhas apenas a pessoas que se cadastraram para receber suas mensagens e promoções.

Os conceitos de marketing direto e de marketing de permissão se relacionam.

Dessa forma, quando você criar um formulário no seu site ou blog e recebe o cadastro de seus leads, você está obtendo permissão, podendo fazer marketing direto com eles.

O marketing de permissão é um grande aliado para definir o seu público-alvo.

Pois, em vez de selecionar seus leads através de conceitos como sexo, idade, renda, etc., você irá defini-lo através do critério de aceitação.

A partir daí você pode manter uma comunicação permanente, usando ferramentas de e-mail marketing que permitem fazer filtros, direcionando melhor suas mensagens.

Não se esqueça que o marketing de permissão está diretamente associado à produção de conteúdo relevante.

Ou seja, você deve trabalhar o inbound marketing de forma constante, mantendo sua marca conhecida e lembrada.

Além disso, também é importante lembrar que as estratégias de marketing direto devem ser sempre renovadas.

Isto é, mesmo que não haja qualquer alteração na forma de tratamento com seu público-alvo.

 
 
 

Marketing Direto, A Melhor Opção Para Gastar Pouco!

marketing direto, a melhor opção para gastar pouco

Convenhamos que o marketing direto é a opção mais prática para quem não pretende gastar muito com divulgação e publicidade.

Ele permite que você use ferramentas da internet, chegando diretamente nas pessoas que você está procurando atingir.

Todos nós sabemos que uma campanha divulgada pela televisão, rádio, revistas ou jornais, são consideradas marketing indireto.

Diferentemente das campanhas do marketing direto que não é direcionado aleatoriamente.

Ou seja, essas campanhas são voltadas para pessoas que têm interesse e que buscam mais conhecimento sobre o assunto.

Consequentemente, são pessoas mais confiáveis para conseguir conversões.

Para trabalhar com o marketing direto e fazer com que ele tenha resultados na internet, a primeira coisa a fazer é montar uma base de e-mails.

Depois, mantenha contato com as pessoas interessadas e isso pode ser feito procurando o nicho de mercado.

Isto é, através das redes sociais, divulgando em perfis voltados para pessoas interessadas no assunto que você está focando.

Através da busca do nicho de mercado, você poderá direcionar essas pessoas para o seu blog ou site, criando páginas de captura de e-mails.

Dessa forma, o seu banco de e-mails terá pessoas que realmente estão interessadas naquilo que você está oferecendo.

Em outras palavras, você não irá perder tempo nem dinheiro, e sim direcionar suas campanhas de forma assertiva.

 
 
 

O Marketing Direto no E-commerce!

marketing direto no e-commerce

As ações do marketing direto no e-commerce são basicamente as mesmas para qualquer outro tipo de campanha.

Se você tem uma loja virtual, por exemplo, poderá usar estratégias de marketing tradicionais, mesmo algumas presenciais.

Ou seja, buscando seu público-alvo diretamente na fonte.

Suas primeiras ações no marketing direto para seu e-commerce é capturar os dados dos leads, ou seja, dos potenciais clientes.

O simples ato de convidar um usuário da internet para se cadastrar é essencial para começar seu marketing direto.

Uma vez que a maior parte dos sites e blogs, atualmente, convidam o usuário para fazer o cadastro e ser avisado de novidades.

A chave do marketing direto é conseguir o e-mail do cliente para seu banco de e-mails, essa é a garantia que você tem para que suas campanhas tragam resultados positivos.

Trata-se de uma estratégia direta, onde o seu lead vai aceitar ou não, oferecendo a você maior segurança em qualquer campanha que realizar.

Depois de conseguir o cadastro, você pode criar outras estratégias, como por exemplo, criar um clube de descontos.

Para cada cliente que comprar algo de suas campanhas, você pode oferecer um clube de vantagens, fazendo com que ele tenha o privilégio oferecido a clientes VIPs.

Brindes e vantagens para quem já comprou uma ou mais vezes é uma ação de marketing direto que realmente funciona e pode ser aplicada no seu e-commerce.

A cada compra que um cliente fizer, você pode oferecer um cupom de desconto equivalente ao valor da compra.

Ou então, você pode oferecer um cupom para quem indicar um amigo que faça uma compra.

Deu para perceber que com essa estratégia você irá conseguir a fidelização de um grande número de clientes.

Já que desconto é uma palavra mágica em qualquer estratégia de marketing.

 
 
 

O Marketing Direto Não Aceita Táticas Invasivas!

marketing direto não aceita táticas invasivas

A única coisa que o marketing direto não aceita são as táticas invasivas.

Um dos erros mais comprometedores para o marketing direto é forçar o seu lead a aceitar qualquer coisa. Se ele não quer, não quer e pronto.

Não é tentando invadir sua privacidade que você vai conseguir resultados. Muito pelo contrário, você vai manchar sua marca e sua imagem e perder autoridade.

Se você quer falar com o público-alvo, deve ter consciência de que o consumidor tome a decisão de participar ou não de suas campanhas de marketing direto.

Qualquer tática invasiva é um erro fatal para o marketing direto e vai atrapalhar qualquer tipo de campanha de divulgação.

Assim, você não deve comprar lista de e-mails ou ter acesso a listas de terceiros.

A primeira coisa que vai acontecer é você incomodar as pessoas. Já que elas não pediram ou não autorizaram você a enviar e-mails e isso é considerado invasão de privacidade.

Em segundo lugar, se você não tem permissão, a pessoa para quem você mandou um e-mail sem autorização nunca mais vai confiar na sua empresa.

Você vai perder um possível futuro cliente de uma vez por todas.

Além disso você também precisa analisar se a pessoa que está na sua lista faz parte do seu público-alvo.

Se não fizer, não adianta desperdiçar um e-mail que não vai trazer qualquer resultado.

Coloque-se no lugar de quem está recebendo e-mails: você mesmo, com certeza, manda para o lixo uma porção deles sem nem mesmo abrir, já que sabe que se trata de algo que não permitiu.

O marketing direto pode fazer o seu negócio ganhar força e influenciar bastante qualquer empreendimento na internet.

Porém, cada campanha e cada estratégia devem ser bem planejada para que possa surtir o efeito desejado.

 
 
 

Finalizando Sobre … Marketing Direto!

finalizando sobre marketing direto

Como você pode ver, o marketing direto funciona na internet.

E é a melhor forma de encontrar um público-alvo bem definido, selecionando pessoas que possam se tornar clientes e fazendo com que elas se fidelizem à sua marca.

Essa condição vale para qualquer tipo de marketing direto, desde um pequeno negócio feito em casa até uma empresa de grande porte ou uma multinacional.

Definir o público-alvo, portanto, é a melhor forma de conseguir criar clientes fidelizados e, para fazer isso, você vai ter um pouco de trabalho.

Em primeiro lugar, você deve manter sempre a busca de novos clientes, gerando novos cadastros.

Não pense que mantendo um determinado público, você conseguirá que ele sempre seja fiel. Portanto, use todas as ferramentas possíveis para cadastrar novos leads.

E depois, segmente suas campanhas através do funil de vendas, criando estratégias diferentes para cada lead em cada posição no funil.

Assim, todas as suas campanhas vão atingir todas as pessoas de alguma maneira.

Seu objetivo com o marketing direto não pode ser esquecido: não se trata apenas de conseguir conversões, mas sim de gerar fidelização.

 

Compartilhe!

Bom, agora que chegamos ao final da matéria, gostaria de fazer uma pergunta: De alguma forma, o artigo sobre Marketing Direto foi útil para você? 

Se sim, então fique à vontade para compartilhar nas redes sociais com seus parentes e amigos: Facebook, Google+, Twitter, entre outras redes.

É só clicar nos botões de compartilhamento que se encontram no começo e final da página.

Ou então, deixe um comentário com a sua opinião, críticas, sugestões e possíveis dúvidas. Para nós é muito importante!

Um grande abraço e muito sucesso nos seus negócios!  😆 😆  😆 

 

Referências:

 

Quer aprender mais sobre Marketing Digital para aplicar nos seus negócios? Então, conheça esse incrível curso que vai te levar a um outro nível de conhecimento, satisfação e performance.

banner-gestordemarketing-812x100

 
 

Opa! Junte-se a Nós e Faça Parte da Nossa Lista VIP  de Mais de 2.386 Pessoas Para Receber Todas as Atualizações do Nosso Site.

Respeitamos a sua privacidade. Nunca enviaremos SPAM.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!