CRIAR UM BLOG – COMO CRIAR UTILIZANDO O WORDPRESS?

CRIAR UM BLOG – COMO CRIAR UTILIZANDO O WORDPRESS?

No Brasil, o marketing digital caminha a passos largos e muitas pessoas resolveram criar um blog.

Mas, como criar um blog se eu não tenho conhecimento algum do assunto?

Não se preocupe, acompanhe este artigo e você vai ver um passo a passo em como criar um blog na plataforma WordPress.

Com certeza, você já ouviu falar que para faturar na internet é preciso criar um blog.

É fácil perceber que um blog é uma das principais ferramentas para todas as estratégias de marketing online.

Existem inúmeras formas de produzir conteúdo para atrair novos clientes ou mesmo para manter o relacionamento com os atuais.

Mas, não há nada mais fácil e nem mais prático do que criar um blog para mostrar nosso conhecimento e atrair novos clientes.

Várias empresas e também os empreendedores digitais, perceberam que a construção de um blog é uma ferramenta muito importante para qualquer empreendimento.

Para você criar um blog pessoal ou empresarial, é necessário escolher um CMS (Content Management System) ou Sistema de Gerenciamento de Conteúdo.

E você vai encontrar muitos CSM disponíveis na internet.

Devido as suas funcionalidades e pela facilidade de interação com o usuário, o mais usado no mundo todo é o WordPress.

Ele tem se mostrado como a melhor plataforma para se criar um blog.

Só a nível de informação, atualmente mais de 25% dos sites utilizam o WordPress.

Além de proporcionar a fácil criação de um blog, o WordPress também serve para administrar o blog.

Além de servir para qualquer negócio digital, seja fóruns, sites, e-commerces.

Mas, antes de entrarmos com mais detalhes sobre a criação de um blog, vamos entender quais são as diferenças entre o WordPress.com e o WordPress.org.

Você vai perceber que, apesar do nome, os dois possuem algumas diferenças importantes.

 

Download Gratuito

Então, que tal baixar um incrível e-Book grátis para aprender a trabalhar e ganhar dinheiro com o Fantástico Marketing de Afiliados?

ebook-marketing-de-afiliados-700x310

 
 
 

Criar Um Blog, Diferenças Entre o WordPress.com e o WordPress.org!

Embora tenham nomes parecidos, como dissemos, existem algumas importantes diferenças entre o WordPress.org e o WordPress.com.

O WordPress.org é uma plataforma de publicação da internet desenvolvida pela empresa Automattic.

Com sistema de código aberto, ou open source, disponível para download de forma gratuita, onde o usuário pode fazer todas as modificações que desejar e precisar.

criar um blog, wordpress

Para usar o WordPress.org você vai precisar de um servidor próprio para instalar o gerenciador e seguir alguns passos a mais para sua configuração.

Através do WordPress.org é que vamos mostrar como criar um blog.

O WordPress.com é o local onde você pode hospedar seu próprio site ou blog de forma gratuita, sem necessidade de instalar o CSM.

É uma maneira bem mais intuitiva e prática de criar um blog, mas contém algumas limitações, como o domínio, que sempre vem acompanhado de “wordpress.com”.

Você até pode ter um domínio personalizado, sem o “wordpress”, mas vai ter que pagar por isso.

Em resumo, no WordPress.org você vai ter que fazer tudo o que precisa por sua própria conta, embora tenha muito mais possibilidades de customização.

Enquanto isso, no WordPress.com, você terá como criar um blog de forma bem mais rápida e simples.

Mas, não poderá fazer todas as modificações ou personalizar o blog como deseja.

 
 
 

Como Criar um Blog no WordPress?

como criar um blog

Veja bem: antes de entrarmos com detalhes sobre a construção de um blog, estamos levando em consideração que você já tenha escolhido o seu nicho de mercado.

Caso ainda não tenha escolhido o seu e queira saber mais sobre nicho de mercado, é só acessar esse artigo: Nicho de Mercado – Como Encontrar o Nicho Certo Para o Seu Negócio?

Com o nicho de mercado escolhido, a seguinte etapa é criar um blog utilizando a plataforma WordPress como gerenciador.

Para isso, você deve seguir alguns passos importantes. A instalação, de uma forma geral, não demora muito tempo.

Para pessoas com alguma experiência, alguns minutos já são suficientes para criar um blog e colocá-lo na internet em pleno funcionamento.

Vamos ver todos esses passos aos poucos para entender como criar um blog funcional, prático e que lhe traga resultados.

Veja a seguir, quais são eles:

  • Escolher um domínio próprio;
  • Definir uma hospedagem eficiente;
  • Escolher o tipo de hospedagem;
  • Fazer o download do CSM WordPress no seu computador;
  • Descompactar o WordPress no servidor;
  • Criar o seu próprio banco de dados;
  • Editar as configurações do seu blog no WordPress;
  • Finalizar a instalação.

Vamos ver cada um desses passos e todos os seus detalhes.

 

1 – Escolha o Domínio Para Criar Um Blog

Antes de qualquer coisa, você vai precisar de um domínio próprio para criar um blog.

Ou seja, deve registrar o seu próprio domínio. Isso é importante para mostrar a seriedade do seu negócio online.

Lembre-se que, escolher um domínio é um processo bastante delicado, já que é o nome do seu site.

É preciso pensar nele como uma marca, como o seu próprio nome e como você vai ficar conhecido na internet.

Ele deverá ser fácil de ser lembrado para que seus clientes possam encontrar você com mais facilidade.

Existem domínios para as mais diversas áreas e segmentos, além daqueles bastante conhecidos, como: “.com ”, “. com.br ”, “.net” e “.net.br ”.

Veja a seguir, os domínios especializados:

  • Advogados: adv.br
  • Sites do governo: .gov.br
  • Instituições de ensino: .edu.br
  • Agronegócio: .agr.br
  • Indústrias: .ind.br
  • Instituições não governamentais: .org.br

Esses são apenas alguns exemplos. Hoje já existe uma lista enorme, com todos os tipos de sufixo para criar um blog, como: “.info ”, “.me ”, “.biz ”, “.tv ”, “.cc ”, etc.

E você também pode comprar domínios com sufixos maiores, mais personalizados.

Tudo vai depender de onde você está fazendo sua compra, como por exemplo, “.cafe”, “.bar”, “.fashion”, etc.

Existem vários sites oferecendo domínios à venda.

Mas, no Brasil, o mais prático é procurar pelo “registro.br”, do Comitê Gestor da Internet no Brasil, que não precisa de intermediários.

Os preços podem variar um pouco entre os que vendem domínios e você pode escolher a empresa que quiser.

Porém, é importante verificar o histórico do site para não comprar domínio em algum lugar não confiável.

 

2 – Defina a Hospedagem Antes de Criar Um Blog

Depois de escolher o domínio para criar um blog, você deve definir onde irá hospedá-lo.

A maior parte dos serviços de hospedagem, oferece também o serviço da compra do domínio e pode vir com desconto, o que pode ser vantajoso.

Caso a sua hospedagem estiver em local diferente do seu domínio, você terá que fazer a alteração de DNS.

Se os dois estiverem no mesmo local, esse processo é automático, e você não precisa fazer nada.

A integração entre os dois serviços exige que você coloque os nameservers manualmente no painel de controle do site onde você comprou o domínio.

Esse padrão pode ser diferente entre um servidor de hospedagem e outro.

O melhor é entrar em contato com o seu host, solicitar os nameservers e estabelecer a comunicação entre o servidor de hospedagem e o domínio.

O servidor contratado certamente terá essas instruções na Central de Ajuda.

 

3 – Tipos de Hospedagem Para Criar Um Blog!

Escolha com cuidado o servidor de hospedagem para criar um blog e verifique as opções que eles lhe oferecem para hospedar o seu.

Basicamente, existem três tipos de hospedagem, que são os principais:

A. Hospedagem compartilhada

É um tipo de hospedagem onde um mesmo servidor pode abrigar centenas de sites e blogs.

Assim, cada site dentro do servidor tem a sua determinada cota de memória e seu próprio espaço em disco, entre outras coisas.

Isso indica que o seu blog terá um desempenho menor, mais fraco do que numa hospedagem dedicada.

Claro que, se pensarmos em custo, o seu investimento também será menor.

B. Hospedagem dedicada

É quando o seu blog terá o servidor totalmente disponível, em vez de compartilhado.

A hospedagem dedicada tem um custo mais elevado do que a compartilhada.

Mas, oferece mais segurança e traz um desempenho bem maior. É excelente para quem tem milhares de seguidores.

C. Hospedagem VPS

É o tipo de hospedagem do servidor virtual privado (Virtua Private Server).

Nesse tipo de hospedagem, os usuários compartilham o servidor.

Porém, cada servidor privado fica isolado do outro, o que afeta menos o desempenho do blog ali hospedado.

 

O melhor a fazer é consultar as funcionalidades de cada um conforme o servidor que você está contratando.

Assim, você vai saber se vale a pena ou não contratar os serviços.

Não se esqueça de verificar também se o servidor de hospedagem oferece as ferramentas para instalação do WordPress.

Pois, é com esse CSM que você vai trabalhar.

Essa informação está no seu CPanel, o painel de controle através do qual você irá instalar e fazer suas postagens do servidor.

 

4 – Faça o Download do WordPress Para Criar Um Blog

O seu terceiro passo para criar um blog é fazer o download do WordPress para começar a trabalhar.

Uma vez que já possui o seu domínio e o servidor de hospedagem.

Para fazer o download do WordPress em português, acesse o WordPress.org.

No link Download, procure os formatos que deseja baixar (zip ou tar).

Você não vai precisar fazer qualquer registro, fazendo o download de forma totalmente segura.

 

5 – Descompactando o WordPress Para Criar Um Blog

Agora que você baixou o WordPress, é necessário descompactar os arquivos dentro do seu servidor.

Você pode fazer isso usando o CPanel, que está disponível em praticamente todos os servidores.

Entre em contato com seu servidor para saber como poderá acessar o CPanel direto do navegador.

Geralmente, o endereço é HTTP://seudominio.com.br/cpanel.

O usuário e a senha sempre são fornecidos pelo servidor.

O CPanel é o painel de controle com a interface gráfica que permite a criação de e-mails, contas de FTP e gerenciamento de arquivos.

Além, de atribuição de proteção de diretórios, adição de tarefas e redirecionamento de e-mails, entre outras.

Ao acessar o CPanel, você deve procurar o File Manager (gerenciador de arquivos), onde você poderá descompactar todos os arquivos do WordPress necessários.

Antes disso, no entanto, você deverá fazer a opção se pretende o WordPress acessível diretamente em seu domínio ou como uma área à parte.

Se você pretende ter o WordPress direto na raiz do seu domínio, os arquivos do CSM devem ficar na pasta principal do seu servidor, que, geralmente, é “public__html”.

Caso queira a instalação do WordPress em qualquer subdiretório do seu site, os arquivos do WordPress devem ficar dentro de uma pasta do seu servidor.

Se for essa a opção, você precisa criar uma pasta para descompactar os arquivos, como, por exemplo, “blog/public_html”.

 

6 – Criando o Banco de Dados Para Criar Um Blog

Feito isso, depois de baixar o WordPress e descompactar os arquivos no servidor, para criar um blog você deve criar um banco de dados.

Ou seja, um database e um usuário (user).

O CPanel tem a funcionalidade para isso, bastando acessar a feature MySQL Database Wizard, onde você pode começar a criação.

O bando de dados é essencial, já que é lá que ficarão todos os seus arquivos hospedados.

São passos simples e rápidos para ter o seu banco de dados, e tudo isso está bem explicado na Central de Ajuda do seu servidor.

Ao terminar de criar o seu banco de dados, também o seu usuário estará criado.

E você pode ainda, criar outros usuários para administrar o mesmo ou outros bancos de dados, caso pretenda manter mais de um blog na mesma hospedagem.

Quando for gerenciar os usuários e as databases, basta acessar o menu MySQL Databases no CPanel.

 

7 – Criando e Editando o Arquivo Wp-config.php

Depois de ter criado a database e o usuário você está mais perto de finalizar a instalação do seu WordPress e de criar um blog.

Você vai precisar criar uma interface entre o WordPress e o database, já que é lá que estarão armazenados todos os dados do seu blog.

O procedimento é editar um arquivo denominado wp-config-sample.php, que está na pasta do WordPress que você descompactou. Para isso, faça o seguinte:

  • Procure o local de download do WordPress no seu próprio computador;
  • Crie uma cópia do arquivo wp-config-sample.php;
  • Renomeie a cópia para wp-config.php;
  • Abra o arquivo em um editor de texto, como o WordPad;
  • Preencha os dados com os dados do banco de dados que você criou;
  • Envie o arquivo wp-config.php para a pasta-raiz de onde estão os outros arquivos do WordPress no servidor.

Em seguida, copie e cole os dados nos espaços onde está o usuário, tomando cuidado para não apagar nada.

Nem mesmo os apóstrofos entre os quais os dados ficam, já que isso poderá provocar erro.

No nome do host do MySQL você não precisa mexer, deixe-o como “localhost”.

Se for necessário fazer alguma alteração, o seu servidor deve informar isso na instalação, mas é bastante raro isso acontecer.

 

8 – Finalizando a Instalação Para Criar Um Blog

Ao enviar o wp-config.php para o servidor, já está praticamente tudo pronto para criar um blog.

É preciso apenas acessar o CPanel do WordPress e começar a personalizar o seu blog.

Você deve acessar a URL em que o WordPress foi instalado para criar o primeiro usuário e finalizar a instalação.

Se os arquivos ficaram na raiz do site, entre em http://seusite.com, e, se você deixou o arquivo em qualquer outra pasta (como blog), acesse http://seusite.com/blog.

Caso você tenha editado corretamente o arquivo wp-config.php, você terá uma tela para começar a personalização do seu blog dentro do WordPress.

Basta, então, acessar o dashboard, através do seu link (por exemplo, http://seublog.com/wp-adm) e digitar o usuário e a senha nos campos determinados.

Agora você já pode escolher o tema para o seu blog e personalizar sua aparência.

Se precisar, baixe alguns plugins para ajudar você nesse trabalho.

Se você tiver qualquer dúvida durante a instalação, procure a Central de Ajuda do seu servidor, entrando em contato para corrigir possíveis erros.

 
 
 

Criar Um Blog, Formas de Monetização!

criar um blog, formas de monetização

Com seu blog na internet, agora chegou a hora de buscar formas de conseguir receita para ele. Há várias formas de você monetizar o seu blog.

Dentre elas, podemos destacar: a venda de espaços publicitários, vendendo algum tipo de produto com os programas de afiliados, a venda de infoprodutos e os famosos Google AdSense.

Em qualquer um dos casos, é necessário que o seu blog tenha um grande número de acessos. Para isso, o seu conteúdo deve ser relevante, interessante e criativo.

Assim, você deve se focar num determinado assunto e criar conteúdo que seja interessante para os leitores e que possam ajudar de alguma forma.

Com um grande número de acessos será mais fácil monetizar o seu blog.

Não caia na asneira de ficar copiando artigos de outros sites ou blogs que foram publicados, já que isso não funciona.

Faça o seu próprio conteúdo e divulgue-o tanto no seu blog, como também no seu perfil das redes sociais. 

 

1 – Espaço Publicitário

Esse processo é o mais conhecido. Ou seja, vender o espaço publicitário direto para anunciantes ou para agências de publicidade.

Nesse caso, voltamos ao ponto: o seu blog precisa ter um grande número de acessos para que você seja notado e para que paguem o suficiente.

Para um blog de sucesso, a venda de espaço publicitário é a maior fonte de receita.

Lembre-se que as empresas sempre estão em busca de sites que falem sobre assuntos ligados aos produtos e serviços que oferecem.

Os blogs são vistos como uma excelente opção, já que o conteúdo direciona para os produtos e serviços que estão vendendo.

Caso você tenha um blog com assuntos relevantes, com grande número de acessos, pode ter certeza que de as próprias empresas irão procurar por você.

E você poderá administrar a contratação de anúncios diretamente com eles, sem precisar pagar comissão para as agências de publicidade.

 

2 – Programa de Afiliados

Para conseguir anunciantes para o seu blog, comece através dos Programas de Afiliados.

Alguns anunciantes pagam por vendas e você pode se interessar por algum produto, desde que tenha alguma relação com o assunto que você está tratando no seu blog.

Os programas de afiliados, na maior parte das vezes, pagam comissões sobre vendas.

Procure os programas de afiliados e veja o que é mais interessante para o seu blog.

É tudo muito simples: você se inscreve num programa de afiliado, a empresa ou o site irá lhe passar um código e você vai inseri-lo no seu blog.

Dessa forma, os anúncios da empresa serão exibidos no blog e sua remuneração vai vir dos cliques dados nos anúncios.  

Ou então, das vendas que tiverem como origem os cliques nos anúncios do seu blog (isso vai depender de cada programa de afiliados).

 

3 – Venda de Infoprodutos

Você pode pensar também em ganhar dinheiro vendendo infoprodutos com o seu blog.

Claro que, para isso, voltamos novamente ao número de acessos.

Quando você se tornar uma referência na área em que está trabalhando, vai ficar muito mais fácil vender infoprodutos.

Essa é uma forma bastante prática de levar conhecimento.

Nos dias atuais, em virtude de cada vez maior especialização, os profissionais sempre buscam infoprodutos que possam ensinar, que possam especializar e que não os deixe perde tempo com cursos presenciais.

 

4 – Google AdSense

Tudo que dissemos, anteriormente, deve ser feito ao mesmo tempo. Isto é, mesmo que você não tenha ainda grande número de acessos.

No entanto, para um blog novo, o primeiro cliente é o Google, através do programa Google AdSense.

Aqui, você vai abrir uma conta no AdSense e configurar seus anúncios.

Depois, basta pegar o código e colar nas áreas onde você pretende publicar os anúncios.

Funciona da mesma forma que qualquer outro anúncio, como nos programas de afiliados:

Cada vez que um internauta clicar num dos anúncios, o anunciante paga um valor para o Google e o Google, por sua vez, repassa um percentual desse valor para você.

O dinheiro vai ficar numa conta sua no AdSense e, periodicamente, você vai receber o que lhe compete.

 
 
 

Finalizando Sobre … Criar Um Blog!

finalizando sobre criar um blog

Usando a sua criatividade, blog vai expressar exatamente tudo aquilo que você pretende na internet.

E para criar um blog de sucesso, pense em tudo que foi dito anteriormente e corra atrás dos seus objetivos.

Um conselho: o caminho pode ter muitos obstáculos e em algum momento você pode até desanimar. Mas, não desista.

Criar um blog pode ser o “divisor de águas” da sua vida, o seu caminho para a liberdade financeira.

Se o artigo sobre Criar Um Blog foi útil para você, então compartilhe nas redes sociais com seus amigos: Facebook, Google+, Twitter, entre outras redes.

Ou então, deixe um comentário com a sua opinião, críticas, sugestões e possíveis dúvidas. Para nós é muito importante!

 

Ficou interessado em criar um blog pela internet? Então, conheça esse incrível curso que vai te ensinar passo a passo como montar e iniciar o seu negócio online altamente rentável.

banner-formulanegocioonline-812x100

 
 

Opa! Junte-se a Nós e Faça Parte da Nossa Lista VIP  de Mais de 2.386 Pessoas Para Receber Todas as Atualizações do Nosso Site.

Respeitamos a sua privacidade. Nunca enviaremos SPAM.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!